Seleção Brasileira na web de torcedores da Seleção Brasileira.

ney franco

Criar artículo

Quer criar um artigo? Tente procurar no Buscador o artigo que deseja criar para comprovar que ainda não existe. Em caso de não existir, você poderá criá-lo

Denúncia

Por favor, insira o motivo de denúncia do artigo

Por favor, copie e cole os parágrafos denunciados para ajudar a localização do artigo denunciado. Obrigad@.

ney franco

Enviar a um amigo
Tábua de conteúdos [ocultar]
  1. Carreira
  2. Títulos

Ney Franco da Silveira Júnior, mais conhecido como Ney Franco (Vargem Alegre, Minas Gerais, 22 de julho de 1966), é um treinador de futebol brasileiro. Atualmente comanda a Seleção Brasileira sub-20

 

Ney Franco

 

Carreira

 

Ney Franco é formado em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa. Trabalhou três anos nas divisões de base do Atlético-MG, e depois mais onze anos nas do Cruzeiro, antes de iniciar sua carreira de treinador no Ipatinga.

Ganhou notoriedade nacional já em seu primeiro torneio, quando levou sua equipe à conquista do título de Campeão Mineiro de 2005. Vale ressaltar que esta foi a primeira vez, em quarenta anos, que um clube de fora da capital vencia aquele campeonato regional. No ano seguinte, o Ipatinga, uma vez mais, surpreendeu a todos e conseguiu chegar novamente à final do Campeonato Mineiro. Desta vez, porém, o título acabou ficando nas mãos do Cruzeiro.

Em virtude do título mineiro de 2005, o Ipatinga havia entrado na disputa da Copa do Brasil de 2006. Ney Franco, então, conduziu o Ipatinga, desde o primeiro jogo da competição, até a fase de semifinais, quando seu time foi eliminado pelo Flamengo.

Naquele momento, o Ipatinga, que havia passado por grandes equipes, como o Botafogo (Campeão Carioca de 2006) e o Santos (Campeão Paulista de 2006), despedia-se da Copa do Brasil. Curiosamente, o reconhecimento do excelente trabalho de Ney Franco diante do Ipatinga permitiu que o técnico continuasse na competição, ao ser contratado pelo próprio Flamengo.

A final da Copa do Brasil de 2006 foi disputada entre Flamengo e Vasco, quando pela primeira vez na história do torneio dois clubes da mesma cidade chegavam à final. Antes do primeiro jogo, o Vasco foi apontado como o favorito ao título, porém, Ney Franco mostrou-se ousado ao mudar o esquema tático do Flamengo, e o que se viu foi uma enorme superioridade da equipe rubro-negra. O Flamengo venceu as duas partidas e, pela primeira vez em sua curta carreira como treinador, Ney Franco conquistava um título nacional.

Ney Franco continuou à frente do Flamengo, no início da temporada 2007, e apesar de alguns percalços em seu caminho conseguiu levar o rubro-negro às conquistas da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca de 2007. Por outro lado, na Libertadores da América, tida como prioridade pela diretoria, Ney somente conseguiu avançar com sua equipe até às oitavas-de-final, tendo sido desclassificado pelo time uruguaio do Defensor.

Apesar da precoce eliminação na Libertadores, Ney continuou como treinador do Flamengo para o Campeonato Brasileiro, porém, alguns meses mais tarde, não resistiu à fraca campanha do time na competição e acabou sendo demitido. Poucas rodadas à frente, ainda durante o Brasileiro de 2007, foi contratado pelo Atlético-PR, em substituição ao consagrado Antônio Lopes

No início de 2008, Ney Franco continuou no comandando o time do Atlético-PR, que acabou vice-campeão do Paranaense, após um início de campeonato avassalador no campeonato. Desgastado com o clube, em virtude da perda do Estadual, Franco acabou sendo demitido logo nas primeiras rodadas do Brasileirão.

Depois da demissão do Atlético, Ney Franco ficou sem clube até meados de 2008, quando assinou com o Botafogo. Assumindo um time abalado pela traumática perda do Campeonato Carioca e pela eliminação na Copa do Brasil, Ney conseguiu conduzir o Botafogo durante o Campeonato Brasileiro, que terminou a competição na sétima posição.

Em 2009, Ney seguiu á frente do Botafogo e, inesperademente, levou seu time à conquista da Taça Guanabara e à final da Taça Rio. Tendo perdido a Taça Rio para o Flamengo, o resultado se repetiria na decisão do Estadual e, com isso, ficou apenas com o vice-campeonato.

Em agosto, Franco foi demitido do alvinegro carioca devido aos maus resultados no Brasileirão.

No dia seguinte à sua demissão do Botafogo, Ney Franco acertou com o Coritiba para o restante do Campeonato Brasileiro de 2009, com a missão de ajudar o clube a sair da incomoda posição que o deixava na zona de rebaixamento. Na última rodada do campeonato do ano passado, o Coritiba, que enfrentou o Fluminense, empatou, não conseguindo manter sua vaga na Série A em 2010, e sendo rebaixado no ano do seu centenário.

Em 2010 Ney começa uma série invicta de 8 partidas pelo Coritiba onde perde a invecibilidade para o rival Paraná Clube, mas esta derrota não abala seu time que conquistou o super-mando de campo (bônus para melhor time da primeira fase do paranaense) e com a mídia apontando o seu time como o principal candidato ao titulo. Na segunda fase, com uma ótima campanha, o Coritiba foi Campeão Paranaense invicto, vencendo a competição com uma rodada de antecedência em cima do arqui-rival, Atlético Paranaense.

No inicio do ano, Ney assume papel importante no momento mais difícil do Coritiba, associando-se ao clube e demonstrando que ele quer devolver o clube à Série A do Brasileiro. Em 23 de setembro, foi anunciado como novo técnico da Seleção Brasileira Sub-20 e coordenador das divisões de base. Sua principal missão será classificar o Brasil às Olimpíadas de Londres, por meio do Sul-Americano Sub-20, que será disputado em 2011, no Peru. Apesar do anúncio, Franco seguirá no comando do Coritiba até o final do seu contrato.

 

Títulos

 

Ipatinga

Campeonato Mineiro de 2005

Flamengo

Copa do Brasil de 2006

Taça Guanabara de 2007

Campeonato Carioca de 2007

Botafogo

Taça Guanabara de 2009

Coritiba

Campeonato Paranaense de 2010

Campeonato Brasileiro - Série B 2010

Página criada por fercanarinha

É provável que esse artigo contenha material da Wikipedia esse material se utiliza de acordo com os termos da licença livre de documentação GNU